Quem somos

Ana Elias, Presidente da Direcção

Ana Elias (º1974, Lisboa) é carrilhanista, co-fundadora, professora de música e presidente da CICO.

Quando ainda adolescente, ao subir à torre do Carrilhão de Mafra, a Ana ficou deslumbrada com o som celestial que se desprendia dos enormes sinos inundando o espaço em redor de uma musicalidade para ela então ainda desconhecida. E, foi aí que começou a sonhar tornar-se carrilhanista.

Nessa altura, a Ana andava no secundário e, simultaneamente, estudava música no Instituto Gregoriano de Lisboa (IGL).  Entretanto ingressou no Instituto Superior Técnico (IST) com a ideia de se tornar Engenheira de Minas, mas após ter terminado a sua formação musical no IGL, interrompeu o curso de Minas para prosseguir os seus estudos musicais na Escola Real de Carrilhão ‘Jef Denyn’, em Mechelen, na Bélgica, onde obteve o diploma de carrilhanista com Grande Distinção.  A Ana respirava agora apenas música, concluindo o Mestrado em Música com agregação ao ensino no Lemmensinstituut, em Leuven, também na Bélgica e, paralelamente, o curso de órgão, com Grande Distinção, no Conservatório de Mechelen.  Mas, o bichinho da engenharia nunca a abandonou e, além deste percurso musical, terminou também o Mestrado em Engenharia Geológica e de Minas pelo IST.

O sonho concretizou-se e, enquanto carrilhanista, foi galardoada com vários prémios internacionais, entre eles o segundo prémio na prestigiada Competição Internacional Rainha Fabíola em Mechelen.  Mas a Ana não parou de sonhar e, ao querer reavivar esta arte em Portugal, desenvolveu com a irmã, Sara Elias, o projecto de um carrilhão itinerante que foi vencedor do Prémio Sagres-Expresso 2004 e que levou, juntamente com o pai Alberto Elias, à criação da CICO e à aquisição do Carrilhão LVSITANVS.

O carrilhão é a paixão da Ana, contando na sua carreira inúmeros concertos em vários países da Europa, EUA, Rússia, Nova Zelândia e Austrália.  A Ana é hoje uma artista profissional e professora, apaixonada por interligar a sua experiência em música, engenharia e pedagogia ao trabalhar em projectos relacionados com a arte do carrilhão.  Frequentemente, é vista a conduzir o maior carrilhão itinerante do mundo, o Carrilhão LVSITANVS, por Portugal (e também por Espanha) em direcção a mais um concerto.  A sua “co-pilota”, tanto em viagem como em todos os momentos da sua vida, tem apenas 5 anos e já segue os passos da mãe!

Curriculum Vitae de Ana Elias

Sara Elias, Directora de Gestão

Sara Elias (º1981, Lisboa) é carrilhanista, co-fundadora e directora de gestão da CICO.  É também professora universitária de empreendedorismo, estratégia e comportamento organizacional e investigadora na intersecção da gestão e da arte na Universidade de Victoria, no Canadá.

A Sara realizou a sua formação musical no Instituto Gregoriano de Lisboa e na mesma cidade estudou também Engenharia Geológica e de Minas no Instituto Superior Técnico.  Obteve o diploma de carrilhanista com "Grande Distinção" na Escola Real de Carrilhão 'Jef Denyn' em Mechelen, na Bélgica, e o Mestrado em Música e o Mestrado em Gestão de Empresas (MBA) na Missouri State University em Springfield, Missouri nos EUA.  Além desta formação académica, é doutorada em Gestão de Empresas pela University of Missouri em Columbia, Missouri nos EUA.

Com a irmã, Ana Elias, foi vencedora do "Prémio Milénio Sagres-Expresso 2004" com o projecto de um carrilhão itinerante.  Consequentemente, a Sara, a irmã e o pai, Alberto Elias, fundaram a CICO, com sede em Constância, e cujo lema é a "Divulgação do Carrilhão e do Órgão, da sua Música e da Arte de os Tocar", materializando o seu objectivo com a aquisição do Carrilhão LVSITANVS.

Na sua carreira contam-se inúmeros concertos de carrilhão executados no seu país, Portugal, e em vários outros países da Europa, EUA, Rússia, Nova Zelândia e Austrália.  Entre 1995 e 2001, assegurou, com a irmã, os recitais de Domingo de manhã antes da Missa, no Carrilhão da Torre Sul do Palácio Nacional de Mafra.  É frequentemente convidada para concertos como carrilhanista solo, ou como elemento do duo LVSITANVS, e ainda como oradora em festivais e congressos internacionais de carrilhão, gestão e investigação.

Na intersecção da arte com a gestão, a investigação da Sara foca-se na área do empreendedorismo artístico.  Parte da sua dissertação acompanhou o desenvolvimento da CICO e do Carrilhão LVSITANVS.

A sua performance em carrilhão pode ser ouvida num CD português gravado no Carrilhão da Torre dos Clérigos, integrado no "Porto 2001 - Capital Europeia da Cultura".

A Sara e a irmã formam o LVSITANVS®, o primeiro duo de carrilhão no mundo formado por irmãs carrilhanistas.

Perfil académico de Sara Elias

Maria Celeste Traquina, Directora Cultural

Maria Celeste Traquina (º1949, Sardoal) é directora cultural da CICO.  É também professora de matemática no ensino privado.

Fez parte do Concelho Fiscal da CICO desde a sua fundação até 2022, altura em que se tornou directora cultural desta associação.

Desde a primeira edição do FICOC - Festival Internacional do Carrilhão e do Órgão da CICO, que é parte da equipa de organização e gestão deste festival.  Exerceu funções idênticas no Festival de Inauguração do Carrilhão LVSITANVS e no Pré-Congresso em Constância do XIX Congresso Mundial de Carrilhão em Barcelona.  Além disto, participa frequentemente noutros festivais e congressos internacionais de carrilhão.

Maria Celeste é um pilar fundamental nos concertos do Carrilhão LVSITANVS, dos TINTINNABVLVM, dos PVGNA TAGI e também dos concertos de Órgão na Igreja Matriz de Constância, assegurando uma constante evolução da qualidade dos mesmos.

Quando não está de volta dos afazeres da CICO ou a dar aulas de matemática, gosta de ler, pintar, ouvir música clássica e fazer longas caminhadas na natureza, em especial na companhia da sua netinha.


Alberto Elias, Presidente-Fundador da Direcção

Alberto Elias (1944-2022), co-fundador e presidente da Direcção da CICO até 2022.

Era licenciado em Engenharia Mecânica com Pós-graduação em Engenharia de Projecto e Construção Mecânica pelo Instituto Superior Técnico.

Na indústria pesada, como engenheiro projectista de sistemas mecânicos, desenvolveu e aplicou os seus conhecimentos nas áreas da segurança no trabalho, da agricultura, prospecção geológica, transportes e movimentação, produção de energia e outras.  Foi responsável pelo projecto mecânico de grandes máquinas (pórticos portuários, navais e de estaleiro, guinchos de grande e pequena tonelagem, e outros).

No ensino, leccionou como professor universitário a disciplina de informática e como professor do ensino secundário a disciplina de matemática.

Na área da campanologia dedicou-se, como investigador, ao estudo dos métodos de fabrico de carrilhões, sua optimização e uniformização.  Foi também consultor técnico na instalação de novos carrilhões, no restauro de carrilhões históricos ou na viabilidade da substituição de antigos carrilhões.  Destacou-se o seu trabalho como coordenador-consultor do Carrilhão dos Pastorinhos em Alverca e do Carrilhão LVSITANVS, propriedade da CICO.

Alberto Elias era regularmente convidado como orador para congressos de carrilhão, incluindo o 16º Congresso Mundial de Carrilhão em Groeningen, na Holanda e o 2006 Midwest Regional Carillonneurs' Conference em Springfield, Illinois nos EUA.  Em Portugal, era um activo divulgador e dinamizador dos carrilhões, estabelecendo contactos com inúmeras entidades oficiais e particulares.  Este objectivo tem sido tema de entrevistas dadas a vários órgãos de comunicação social, tanto regionais como nacionais.